Leituras de... eu nem sei mais de quando, acumulou desde Agosto


Vou descaradamente fingir que não fiquei meses sem atualizar isso aqui? Mais ou menos. Essas são as leituras que acumularam desde Agosto: 4 contos e 3 livros. Podia ter lido mais? Podia, mas a questão é que eu não quis. Com a cabeça ainda descompassada mais + crises de ansiedade que me fizeram começar a tomar remédio pra dormir, a vida, às vezes ela decide que apenas não. Mas o que eu li, eu gostei, e é isso que importa e é isso aí.


Teve romance, teve ficção científica, teve infantojuvenil, teve kpop e teve/está tendo releitura.




CONTANDO ESTRELAS
autora: thati machado
Leo e Davi deram início a uma linda história de amor, todavia ainda não encontraram seu final feliz. Enquanto Leo quer gritar para o mundo o que sente pelo amado, Davi não se sente pronto para assumir seus sentimentos e teme que a família o rejeite. Esperando que vivenciar uma pequena aventura faça Davi mudar de ideia e perceber o que realmente importa, Leo o leva para acampar junto com seus melhores amigos. O acampamento, contudo, trará surpresas e reviravoltas. Será o medo capaz de afastar dois corações que batem um uníssono?
Esse é um spin off de outro conto da Thati, Com outros olhos, que ainda não li, mas achei que dá pra ler tranquilo sem ter lido Com outros olhos antes. Contando estrelas é com o irmão da protagonista do outro conto, e tem romance bonitinho, dúvidas sobre assumir seus sentimentos por não saber como as outras pessoas vão reagir e um vilãozinho que se pudesse, afogava enfiando a cabeça dele na privada. O casal principal é lgbt, o romance entre eles é uma graça e agora preciso ir atrás de ler Com outros olhos também!


LUCAS & CAROL
autora: raabe gabriel
Carol tem 25 anos, é estudante de letras numa universidade pública do interior de São Paulo e planejou uma viagem fora de temporada com amigas de tudo quanto é canto do país para a Cidade Maravilhosa (...). Lucas tem 27 anos, joga vôlei num clube grande e até conseguiu vestir a camisa verde e amarela algumas vezes nas categorias de base, mas ainda não teve uma grande oportunidade. (...) Lucas & Carol é a história de duas pessoas improváveis de se conhecerem que acabaram trombando e vivendo uma história de cinema por um mês.
Pra mim, a grande graça desse conto da Raabe é que ele não é contado em ordem cronológica, então você precisa ir aos poucos juntando as peças pra entender como as coisas foram acontecendo entre os protagonistas. Me deu vontade de saber jogar vôlei ou de pelo menos entender como funciona, mas comecei a ver um anime sobre e estou confiante que logo vou virar especialista. Ah, a Raabe faz parte da equipe do Who's Thanny? !


DIA DE DOMINGO
autora: olivia pilar
Era apenas um domingo comum. Rita só queria colocar seus pensamentos e sentimentos em dia. Quem diria que aquele banco da praça testemunharia tanto amor e descobertas?
Não é a primeira aparição da Olivia por aqui e não vai ser a última. É aquele tipo de conto que você lê e fica de coração quentinho, não só por ser fofo, mas porque a Olivia tem uma sensibilidade muito grande na hora de escrever. Ela consegue colocar os sentimentos na história de um jeito tão bonito! E é ótimo ver histórias com protagonistas lgbt sendo fofas e felizes. Dos três contos que ela publicou na amazon até agora esse é disparado o meu preferido!


KAMIKAZE
autora: sybylla
Cientistas da NASA e de outros programas espaciais se preocupam ao extremo em contaminar corpos celestes pelo sistema solar com sondas e robôs que não estejam bem esterilizados. Se um rover ou sonda não for propriamente despido de qualquer forma de vida, por menor que seja, isso pode contaminar planetas ou satélites naturais e até gerar falsos positivos para vida. No futuro, foi promulgada uma lei que impedia seres humanos de contaminar outros corpos celestes. Tudo era extremamente esterilizado a fim de não macular o universo. Mas e se fosse preciso, para sobreviver, ter quebrar a lei? Você esperaria até o último minuto?
Aqui eu saio dos romances e entro na ficção científica, que é um gênero que eu quero conseguir ler um pouco mais. Já tinha lido outro conto da Sybylla, Missão Infinity, e tinha gostado bastante; isso se repetiu com Kamikaze. Inclusive esse conto me fez perceber que eu não devo sair da Terra nunca, jamais, em tempo algum, porque é certeza que eu ia destruir o universo por fazer alguma bobagem. Meu contato com ficção científica ainda é bem menor do que eu gostaria que fosse, mas pretendo corrigir essa falha no meu caráter. Aliás, a Sybylla comanda o Momentum Saga, que é o melhor lugar pra ir se você também quer começar a ler/aprender mais sobre scifi.




O DIA EM QUE A MINHA VIDA MUDOU POR CAUSA DE UM CHOCOLATE COMPRADO NAS ILHAS MALDIVAS
autora: keka reis
ilustrações: vin vogel
Parecia um dia comum. Bom, pelo menos um dia comum do sexto ano. Até que, no meio da aula de ciências, Mia recebeu um embrulho inesperado. Um chocolate Pura Magia! Aquele chocolate trazia as melhores lembranças de seu pai, e há anos ela não encontrava mais pra vender. Junto com o chocolate, um bilhete: “Quer sentar do meu lado hoje na perua?”, com a letra do Bereba! E agora? Eles não eram só amigos? Por que tudo estava ficando estranho de repente? O pessoal tinha começado a passar o dia inteiro no celular e a chamar o recreio de intervalo, os adultos só queriam ter conversas sérias, não dava mais para comprar roupa na seção infantil… Como sobreviver a tudo isso e ainda decidir como responder o bilhete?
Esse infantojuvenil da Keka Reis com ilustrações do Vin Vogel é um amor e o título é maravilhoso. Já fiz resenha dele lá na Pólen, mas repito aqui o que mais gostei nele, que foi a protagonista realmente parecer uma garota do sexto ano que convive com outros alunos do sexto ano.


K-POP: MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA
autoras: Babi Dewet, Érica Imenes, Natália Pak
Você realmente sabe tudo sobre K-Pop? Se a sua resposta é não, venha conosco nessa incrível viagem pelo mundo pop coreano. Escrito de uma maneira simples e divertida, este manual leva você a passear pela história da Coreia do Sul e por sua cultura, indústria de entretenimento, música e paixão. E nós te encorajamos a prestar atenção nos detalhes. O K-Pop é feito deles. Cada cor, cada conceito, cada ritmo e expressão significa um mundo de possibilidades, e garantimos que você não vai querer perder nada. O K-Pop mudou a nossa vida para melhor. Quem sabe não é exatamente disso que você precisa?
A lombada dele BRILHA e fica linda na estante. Eu comecei a prestar mais atenção em k-pop de tanto ver coisas sobre aparecendo na minha timeline do twitter, então corri pro Vitor Castrillo e pedi ajuda pra saber por onde começar a ouvir, já que sempre me pareceu uma coisa muito complexa (pra quem quiser saber: conforme o que pedi pra ele, comecei com Dumb dumb do Red Velvet). Aliás, não só parece complexo como é. Esse livro é perfeito pra quem quer entender melhor como a indústria funciona, tanto faz se você por enquanto não sabe nada sobre k-pop (tem dicas ótimas do que procurar pra ouvir!) ou se já caiu nesse buraco faz tempo e mesmo assim quer dar uma aprofundada no tema ou organizar as ideias. Eu já falei que a lombada dele BRILHA?


DIVIDINDO MEL
autora: iris figueiredo
Todo mundo sabe o que é se apaixonar: o frio na barriga, os abraços, os beijos e os sorrisos. Só que ninguém gosta quando o relacionamento dá errado e termina de uma hora para a outra, sem explicações. Melissa sabe muito bem disso. Afinal, ela nem chegou a duas décadas de vida e possui uma lista de ex-namorados (e alguns ex-qualquer-coisa-indefinida) maior do que gostaria. Mel prometeu para Rebeca, sua melhor amiga, que agora iria focar em seu futuro e deixar os relacionamentos para depois, pois tendiam a terminar mais rápido do que começavam. O que ela não esperava era conhecer, por acaso, um cara maravilhoso que parecia o Príncipe Encantado com quem tanto sonhou. E, menos ainda, que seu melhor amigo voltaria para a cidade trazendo consigo um monte de lembranças e acontecimentos especiais. E agora, como ficará o já cansado coração da dividida Mel?
Já li DM faz tempo, mas resolvi reler todos os livros da Iris porque ela é boa nesse nível. Por enquanto DM está indisponível, mas tenho fé que uma hora ele volta pra que mais pessoas possam acompanhar as trapalhadas que a Mel faz e que eventualmente a levam a ficar na bad se enchendo de cheetos. O livro é divertido, fofo e dá pra fazer guerra de ship, e enquanto ele não volta, vocês podem procurar Confissões on-line pra ler. Ano que vem sai coisa nova da Iris pela editora Seguinte!




Nenhum comentário :

Postar um comentário