THE PRINCESS SAVES HERSELF IN THIS ONE

›› autora: amanda lovelace
›› formato: ebook
›› onde comprar: a versão autopublicada que eu li não existe mais à venda porque ele foi publicado por uma editora! A versão nova saiu pela Andrews McMeel Publishing e parece que tem poemas extras, mas não sei confirmar. A versão nova em ebook vocês encontram aqui na amazon ou na cultura.
›› gênero: poesia
›› idioma: inglês
sinopse: uma coleção de poemas divididos em quatro partes: the princess, the damsel, the queen e you. As três primeiras partes representam a vida da autora em três estágios diferentes, enquanto you serve como recados ao leitor e ao resto do mundo. (sinopse traduzida/adaptada da página do livro no goodreads)

Como vocês podem notar pelos comentários sobre Mia Couto, eu não sou muito boa em falar sobre livros que me fazem sentir coisas. Um tempinho atrás encontrei uma boa alternativa em explicar mais ou menos esse sentimentos que eu não consigo explicar: cara de David Tennant na chuva.


Foi exatamente isso que aconteceu enquanto eu lia esse livro.

Eu sigo a Amanda no tumblr já tem muito tempo, e quando vi que ela tinha lançado um ebook pela Amazon já coloquei na lista de leituras... mas acabei esquecendo de comprar. Lembrei de comprar quando vi que a Nath lá do Nem um pouco épico tinha lido e gostado. Eu não estava preparada para gostar tanto dele a ponto de terminar e parecer um misto do David Tennant na chuva com o John Travolta confuso.

Aqui cabe um aviso de trigger. A Amanda teve uma vida bem complicada, e isso se reflete nos poemas. Não sei até que ponto isso pode acabar afetando alguém de maneira emocional, então quero deixar avisado que, ainda que seja tudo de maneira sutil e delicada, dá bem para saber do que ela está falando. Os triggers: abuso (físico e emocional), transtornos alimentares, depressão, morte (perda de pessoas queridas/parentes).

Eu poderia dizer que todos os poemas são bem curtos, mas na verdade eles têm exatamente o tamanho que precisam ter para expressar toda a complexidade dos sentimentos da autora. Arrisco dizer que eles vão agradar até mesmo que não gosta muito de poesia. A leitura foi uma montanha-russa emocional bem vinda. Muitos dos poemas causam identificação imediata, e principalmente mulheres vão se ver refletidas em muitos deles por serem situações e sensações que muitas de nós passam ao longo da vida - as boas e as ruins. Daí minha decisão de ter colocado o aviso de trigger. Se para mim alguns deles já deram a sensação de too close for comfort, imagino para quem já passou pelas situações mais pesadas que a autora coloca. Uma das coisas mais marcantes na leitura é perto do final, quando chegamos na terceira e quarta parte e podemos observar a jornada de empoderamento da autora.

A leitura é mais do que recomendada, ainda mais porque dá para baixar o aplicativo do Kindle para ler o celular e o ebook não é caro.


6 comentários :

  1. "cara de David Tennant na chuva" explica tanta coisa da minha vida, obrigada pelo novo vocabulário haha
    Fiquei curiosa com o livro, mas tô em um momento da vida que ler essas coisas vão me deixar mal em um nível mal demais (?), entrou pra listinha <3


    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também dependo de algumas épocas específicas pra conseguir ler alguns tipos de livros, senão a gente corre até o risco de não gostar porque leu no tempo errado. Vale a pena pra quando você estiver melhor <3

      Excluir
  2. Não conheço a autora mas fiquei curiosa com esse livro. Vou anotar aqui na minha wishlist, parece lindo/triste demais :)

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha ouvido falar das poesias dessa moça, mas não sabia que ela tinha um livro. Fiquei com vontade de comprar o ebook porque se tem uma coisa que eu gosto é de estar imersa naquilo que mexe comigo. Isso é meio sádico? hahaha
    Adorei o blog e o banner do BEDA. :) Vou te visitar mais vezes! Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é sádico não, eu adoro a sensação de David Tennant na chuva xD venha sempre <3

      Excluir